Portabilidade de crédito é opção para quem deseja baixar parcelas e aliviar fluxo de caixa

Portabilidade de crédito é opção para quem deseja baixar parcelas e aliviar fluxo de caixa

Realizar a portabilidade de crédito de uma instituição para outra permite a economia e até o aporte de mais dinheiro, em caso de necessidade.

O surgimento de melhores condições em crédito disponíveis no mercado tem feito muitas pessoas optarem por uma portabilidade bancária de crédito. A transferência de parcelas de uma instituição para outra pode ser uma grande vantagem e economia no bolso dos brasileiros.

As operações de crédito disponíveis para portabilidade são os empréstimos pessoais como crédito com garantia de imóvel, de veículo, crédito consignado e também o financiamento imobiliário. O banco de origem pode realizar uma contraproposta quando esse processo é solicitado, entretanto, a decisão final cabe apenas ao consumidor contratante.

A análise da portabilidade de crédito

As principais características que devem ser analisadas por um cliente que pretende transferir o crédito para outra instituição são: as taxas de juros, o prazo de pagamento e também os outros detalhes da operação, como facilidade de processo, taxas de seguro e novas possibilidades de empréstimo.

José de Jesus, empresário e corretor de imóveis está passando por um processo de portabilidade e escolheu a Bcredi, a fintech do Conglomerado Financeiro Barigui, para ser sua nova instituição de crédito. “Eu fiz um empréstimo com garantia de imóvel e achei que as parcelas estavam ficando meio altas. Então comecei a pesquisar e encontrei a Bcredi pela internet, entramos em contato e chegamos a um acordo”, conta o empresário sobre sua escolha inicial.

O poder de escolha do cliente

A co-fundadora da fintech Bcredi, Maria Teresa Fornea, considera que essa é uma operação que vem crescendo justamente por oferecerem crédito com taxas significativamente mais baixas atrelado a um prazo de pagamento que pode ser alongado. “Outra possibilidade que é muito relevante aos clientes é a possibilidade de aporte adicional de dinheiro que no crédito com garantia de imóvel tem o uso livre”.

Inicialmente, o cliente José de Jesus realizou o empréstimo para investimentos pessoais e agora, aproveitando a possibilidade oferecida pela fintech, solicitou também um aporte de dinheiro nessa portabilidade, para capital de giro de sua empresa.

A alíquota da taxa de seguros da Bcredi foi outro motivador para a escolha de José: “o valor do seguro chegava a 15% do valor da parcela” afirma o empresário. Com essa transição do crédito, ele conseguiu uma economia de mais de R$1000 em taxa de seguro que era aplicada junto às parcelas mensais.

É importante salientar que a partir do momento em que a portabilidade é aprovada pelos bancos, a quitação do crédito original fica como responsabilidade da nova instituição escolhida. O cliente trata apenas das novas parcelas, de acordo com o que foi contratado.

Você tem um ou mais empréstimos em outras instituições e quer diminuir os juros? Realize uma simulação online em nosso site e confira como é fácil.

Comentários (2)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.